domingo, 27 de dezembro de 2009

LOUISINHO, VOLTA PARA MIM! <3

Hoje tive o sonho mais estranho de sempre. Como eu nunca me lembro dos sonhos, a não ser escrevendo-os num bloco que guardo sempre na cabeceira da cama, aqui vai:

Acto 1:
Ora bem, eu estava apaixonado pelo Louis Garrel e ele por mim. (?) Como ele era muito mais velho que eu, enquanto viajávamos os dois num autocarro para sabe-se lá onde, eu pedi à minha fada madrinha que me transportasse para o tempo em que ele teria a minha idade. Fui parar aos anos '40. O que é ridículo porque, bom, ele é apenas 6 anos mais velho que eu.

Acto 2:
Eu e o Louis Garrel somos grandes amantes numa casa Parisiense, nos anos '60. Há uma cena qualquer em que eu e ele estamos numa banheira, com as cortinas fechadas e, erm, bom, o resto deixo à vossa imaginação.

Acto 3:
Muda tudo de repente. Voltei aos anos '40, no auge da perseguição a judeus. Eu sou judeu e estou numa casa Alentejana, no meio de nenhures à procura do Louis Garrel. Eis senão que começo a ser perseguido por fundamentalistas islâmicos que me queriam obrigar a casar com um gajo que já estava programado à nascença (?!). Começo a fugir (saltava por cima de redes e quase voava). Na realidade creio que tinha algum poder em passar por cima de vedações com metros e metros de altura. Estou no parque de campismo da ôrbitur da Quarteira e começo a fugir. Salto uma vedação enorme com os fundamentalistas quase a agarrarem-me.

Acto 4:
Caio no pátio de uma casa tipicamente algarvia. Sou acolhido por uma família que me esconde. Mudo de nome. Passo a chamar-me, erm, não me lembro, mas sei que não era o meu. Eles encontram-me pelo cheiro (??!). Estou a ser interrogado por o que agora parecem ser 3 SS. E acordo.


No fim de contas, depois de um sonho estranho como este, a primeira reacção que tive foi levantar-me e gritar "LOUIS!!!". Penso que possa estar um pouco obcecado.

8 instantâneas:

Tiago Silva disse...

obsessão? nãããããão...

gosto dos fundamentalistas islâmicos que te queriam obrigar a casar com um rapaz a que já tinha sido prometido...

muito bom...

Marlon Francisco disse...

Compreende que os meus sonhos nunca fazem sentido. Nunca, mesmo.

larageaucoeur disse...

Compreendo. Tive sonhos igualmente estranhos.

Anónimo disse...

Anormalidade é algo que foge do padrão, que se diferencia, desvia-se ou é oposto da normalidade. É um estado ou algo bizarro, estranho, fora do comum ou do que se está habituado.

Subscrevo-me atenciosamente,
Sem outro assunto

Maria Teresa de Salgado Vieira Guilherme

Marlon Francisco disse...

Maria Teresa de Salgado Vieira Guilherme,

Não sei se percebi o seu comentário. Se tiver a gentileza de o explicar, agradecia imenso.

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Palavras para quê!

Subscrevo-me atenciosamente,
Sem outro assunto

Maria Teresa de Salgado Vieira Guilherme

Henry disse...

O Louis vale a obsessão.

Polaroids and Cigarettes. disse...

Completamente Henry.

Enviar um comentário